Amor eu tenho um plano. Liberte-se!

DESCUBRA PORQUE É TÃO DIFÍCIL CONTROLAR SUAS FINANÇAS

DESCUBRA PORQUE É TÃO DIFÍCIL CONTROLAR SUAS FINANÇAS

Nesse post eu quero, primeiro, explicar porque tantos brasileiros desorganizados financeiramente tem tanta dificuldade em se organizar. 

segundo, passar um método de como podem fazer para se organizar melhor e exemplificar com o caso de ‘Dejair”, um brasileiríssimo com todos os seus hábitos de consumo brasileiros.

Analisemos a situação de Dejair! 

Ele gasta hoje com:

  • – 700,00 carro (parcela de financiamento)
  • – 600,00 aluguel da casa
  • – 380,00 contas de casa (água, luz, internet)
  • – 480,00 escola da filha mais velha (Dejair tem três filhas e apenas a mais velha está em escola particular. As demais estão na creche).
  • – 350,00 dívidas com um banco
  • – 600,00 de mercado mensalmente
  • – 350,00 de gasolina

Mas claro que, com o poder que o cartão de crédito dá, as contas de Dejair aumentam consideravelmente. 

No cartão ainda temos:

  • 3/12 – 124,00 do Material escolar
  • 1/6 – 320,00 da Geladeira nova
  • 2/8 – 80,00 dos pneus novos para o carro
  • 1/12 – 93,00 de presente de dia das crianças
  • 7/12 – 283,00 de parcela do notebook
  • 1/6 – 520,00 do armário para a mãe 
  • E uma Dívida com o primo (R$ 8.000,00)

Nada como um bom brasileiro para parcelar no máximo de vezes que o cartão ou a loja permitem. 

Não é nada incomum encontrar pessoas que não pensam se possuem ou não o dinheiro para comprar alguma coisa (o que importa é se a parcela cabe em seu bolso).

 

QUAL O GRANDE DESAFIO DE ALGUÉM QUE VIVE ESSA REALIDADE ACIMA DESCRITA? 

Lembrando que não são poucos brasileiros que vivem essa realidade. 

O DESAFIO É QUE ESSA PESSOA PAGA AS CONTAS DO PRESENTE E, TAMBÉM, AS DO PASSADO. 

Mas como ela também tem vontades (e não tem mais dinheiro para as vontades), ela acaba jogando para seu eu do futuro algumas contas… usando a “mágica” do parcelamento.

E daí entramos em um ciclo sem fim.

Dejair, nesse exemplo acima, gasta R$ 3460,00 com suas contas do presente. 

Mas somando as parcelas do passado ele também tem que pagar R$ 4880,00. 

Acontece que Dejair ganha apenas R$ 3200,00.

Qual o desafio agora? 

É óbvio, mas precisa ser dito: é preciso reduzir os gastos para que fiquem dentro do que se ganha.

Existe um grande passo a ser dado aqui. 

Ou Dejair reduz seus gastos para menos de 3200,00 ou os problemas financeiros dele nunca terão fim.

Mas Dejair é nosso Herói! Ele resolveu encarar este problema!

 

Dejair começou a saga de conseguir baixar seus custos!

  • – Trocou o carro financiado por um mais barato e quitado. E além disso, decidiu deixar de usar um pouco o carro e começou a andar de carona e de ônibus, gastando apenas 80,00 por mês com transporte. Mantendo o carro quitado em casa para quando realmente precisasse.
  • – Negociou o aluguel da casa de 600 para 500 reais
  • – Temporariamente, tomou a difícil decisão de tirar Aninha da escola particular. Sabendo que seria temporário e que essa decisão seria boa para toda a família.
  • – Baixou as contas de casa de 380 para 300 reais. 
  • – Renegociou a dívida e reduziu a parcela de 350/mês pra 200,00/mês.
  • – Baixou o orçamento de mercado para 500 reais

Um ponto de atenção aqui:

 

As parcelas do passado (ou seja, os parcelamentos no cartão) Dejair não tem como mexer, porque não se pode alterar uma conta que foi feita no passado. 

Além disso, ele sabe que não pode deixar de pagar o cartão de crédito. Antigamente, Dejair deixaria de pagar o cartão de crédito ou pagaria o mínimo. Mas ele sabe que FAZER ISSO É AINDA PIOR.

Com todas as reduções, Dejair está gastando por mês 3 mil reais… e o mais IMPORTANTE: Sem deixar de pagar o cartão!!!

Todos os cortes foram feitos com a intenção de fazer Dejair ganhar mais do que gasta

Agora, ele ganha 3200 reais e gasta 3 mil reais por mês.

Pela primeira vez na vida, está sobrando 200 reais por mês. 

E agora, com muito mais consciência, Dejair tem o PODER DE ESCOLHER o que fazer com esse dinheiro que está sobrando

E com estes 200 reais, Dejair irá fazer uma reserva de emergência. 

Com 1000 reais na sua reserva, ele volta a subir, aos poucos, o seu padrão de vida e escolhendo com o que vale a pena gastar. 

Ele começa a aprender a gastar bem e, claro, elimina ao máximo as contas do passado (ou seja, paga à vista o que quer comprar).

Além disso, Dejair começa a pensar em formas de aumentar sua renda. 

Começa a poupar para seus sonhos. 

E, com o tempo, as parcelas do cartão começam a cair, e daí começa a sobrar dinheiro de verdade.

 Ele pode começar a reconstruir o padrão de vida dele pensando sobre seus gastos e de forma consciente, tendo autonomia sobre seus gastos. 

Dejair é um Herói porque ele é ALGUÉM COMUM, COMO VOCÊ, QUE DECIDIU TER CONTROLE SOBRE SEUS GASTOS.

 

Mas, pra você, parece que é mais difícil?

 

Então, ASSISTA ESSE VÍDEO E DESCUBRA PORQUE É TÃO DIFÍCIL PARA VOCÊ REDUZIR SUAS CONTAS

Deixar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Compare
Wishlist 0
Open Wishlist Page Continue Shopping