Amor eu tenho um plano. Liberte-se!

OS 3 PIORES INVESTIMENTOS QUE VOCÊ PODE FAZER

OS 3 PIORES INVESTIMENTOS QUE VOCÊ PODE FAZER

“Hey, mano! Faz o seguinte, investe aqui que é garantido!”

Quem nunca ouviu isso de um vizinho, amigo, parente? Pode até ser bem-intencionado, mas após alguns meses, o “garantido” se mostrou uma verdadeira “FRIA”…

Muito se fala sobre investimentos nas rodas de amigos, na internet e principalmente aquela DICA daquele FULANO que ganhou DINHEIRO RÁPIDO.

Eu assim como vocês já fui este cara apressado que pensava em resolver a vida com uma GRANDE TACADA e nunca mais ter de trabalhar mais! 

 

Depois de alguns anos e alguns milhares de reais a menos percebi o quanto a estratégia de ficar rico rápido seja a forma mais fácil de cair em várias armadilhas do mercado financeiro.

 

Algumas eu aprendi com minha própria vivência e outras através de amigos ou clientes. 

 

Foi então que separei 3 grandes armadilhas que você pode encontrar por aí e que podem atrasar alguns anos ou décadas na construção do seu patrimônio.

 

Essa é a nossa missão ao criar o Amor eu Tenho um Plano, um lugar onde mostramos como lidar melhor e cuidar do seu suado dinheirinho para que não venha nenhum espertão de mercado e leve ele sem que você nem se dê conta.

 

1. Imóvel na Planta

 

A maioria dos casais quando começam a levar mais a sério o relacionamento acaba apostando muitas vezes na compra de um imóvel na planta, outro caso muito comum, são investidores que visam entrar no início da obra visando em lucrar vendendo o apartamento no lançamento por 25% a 40% de lucro.

 

Esta estratégia que é amplamente conhecida no mercado possui vários riscos embutidos que nem sempre o tomador de decisão leva em consideração.

 

a) O custo de espera pode não compensar

 

O investidor deve calcular qual o custo de esperar 2 ou 3 anos pagando o imóvel sendo que ele mesmo não possui uma casa própria ou talvez more de aluguel.

 

Se o custo em média de um aluguel é de 0,5% ao mês, em um ano teríamos perto de 6% ao ano, 18% em 3 anos. Portanto, pode fazer mais sentido optar por um imóvel pronto para não correr os riscos da obra e da construtora.

 

b) Problemas na execução da obra

 

O comprador pode esperar por anos para ter seu apartamento e chegar perto da entrega final e perceber que os materiais não da qualidade esperada quebrando suas expectativas.

 

Para evitar este problema é necessário acessar o memorial descritivo do empreendimento. Se possível tenha uma segunda opinião de um técnico para garantir que a descrição atenda sua necessidade e expectativa de preço futura.

 

Uma outra forma de se cuidar é conversar com clientes que já compraram lançamentos anteriores para saber se a construtora segue a risca o documento. 

 

Qualquer quebra de contrato ou acabamento de nível inferior o comprador tem o direito de pedir a substituição, abatimento de preço ou, em último caso, o dinheiro de volta com o valor corrigido pela inflação, segundo o Procon.

 

c) Taxas e Custos Ocultos

 

Fique ligado, algumas construtoras tentam repassar as despesas de corretagem para o comprador do imóvel via contrato. Porém ela é considerada abusiva pelo código de defesa do consumidor.

 

Custos que podem ser embutidos na venda são taxas de assessoria jurídica que só pode ser contratada se realmente fizer sentido para o cliente, já que a empresa é obrigada a fornecer todos os dados contratuais.

 

d) Atrasos na obra ou falência da empresa

 

Para se proteger de possíveis problemas os investidores devem consultar sites especializados e consultar ex-clientes, se possível visitando antigas obra já entregues para checar sua solidez.

 

Em caso de falência é possível processar a companhia por danos morais porém o pagamento só ocorrerá após o pagamento de trabalhadores e impostos.

 

2. Produtinhos de Banco

Um dos maiores riscos está em confiar 100% no que o seu gerente de banco diz. Sim, eu já estive do lado de lá e muitos produtos se aproveitam de sua ignorância para rentabilizar nas suas costas.

 

a) Título de Capitalização

 

Um dos produtos que os gerentes de banco mais gostam de enfiar garganta abaixo dos clientes são os famosos títulos de capitalização. 

 

Como pode ser visto na figura abaixo o título de 36 meses, é corrigido pela TR ao longo do período. Nos últimos 2 anos a TR tem ficado em 0%, ou seja, literalmente não rende nada a sua aplicação.

 

b) Fundos de Prêmios

 

Os fundos de prêmios assim como a capitalização possuem uma baixíssima rentabilidade, perto de 50% a 60% do CDI com a finalidade de sortear casas, carros, geladeiras, motos.

 

 

c) Consórcios

 

Os consórcios foram criados no Brasil na época de grande inflação e taxa de juros. Geralmente o público mais visado são os indisciplinados que não consegue juntar dinheiro sem ter um boleto para pagar mensalmente. 

 

No fim das contas, é um forma de pagar a um preço mais alto um carro ou uma casa. Ele está mais próximo de um financiamento do que investimento.

 

3. Conhecimento sem finalidade

 

Muitas pessoas em pleno Século XXI ainda condicionam seu conhecimento ainda a fazer uma faculdade. 

 

Isso com certeza foi verdade há algum tempo atrás quando não existia internet e basicamente todo conhecimento e acesso a livros estava localizado no ensino superior.

 

Hoje cada vez mais o conhecimento está em todos os lugares e a apenas um clique para que você comece a aprender. 

 

Ferramentas como Youtube, Podcasts e Cursos Online tem disseminado o conhecimento para quem estiver afim de estudar e se dedicar.

 

Você pode se dedicar algumas horas diárias em qualquer horário e em questão de 6 meses a 1 ano modelar os melhores profissionais do seu setor. 

 

O mundo tem mudado em uma velocidade muito grande e aqueles que não se adaptarem a nova economia ficarão para trás.

 

Eu por exemplo, fiz 5 anos de faculdade, aprendi contabilidade. Porém praticamente não utilizo esta ferramenta em meu dia a dia. 

 

Acredito que se tivesse feito alguns cursos rápidos de finanças poderia assimilar os principais conceitos para a tomada de decisão em meus investimentos.

 

Tenho muitos amigos que investem verdadeiras fortunas em uma graduação e terminam o curso e acabam fazendo outra faculdade em outra área ou até não atuando em sua formação.

 

Simplesmente porque a família pressionou, o mercado paga melhor por alguma carreira, porém dificilmente você terá sucesso fazendo algo que não se sinta realizado.

 

E então, onde investir?

 

Preparamos aqui um GUIA para te mostrar como analisar os melhores investimentos para cada momento da sua vida.

 

Mesmo que seja o seu primeiro investimento, em curto, médio ou longo prazo, seguindo essas orientações você fará qualquer tipo de movimentação com toda segurança. CLIQUE NO BOTÃO ABAIXO PARA FAZER O DOWNLOAD GRÁTIS:

 

 

 

Vem com a gente… Nós temos um plano!

 

PS: Segue a gente nas redes sociais, só tem coisa boa!

Deixar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Compare
Wishlist 0
Open Wishlist Page Continue Shopping